HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
P E S Q U I S A
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
21 de setembro...
Água e Envelhecimento
Alergia tem cura sim
Alterar hábito após 60...
Analgésicos fatais
Antidepressivo não normal...
ANVISA alerta sobre...
ANVISA proibe
ANVISA suspende remédio
Artrite e o chá verde
Asma, Bronquite e Rinite
AVC uma doença desconhecida
Boa postura evita dor ...
Bulas de remédio
Cancer de mama...
Cartilha Direito à Saúde
Comer demais causa doença
Como ultrapassar 100 anos
Criança muito iodo
Dengue cresce 45%
Dicas
Dieta x Cérebro
Doença de Parkinson
Doses DMAE e efeito inverso
ENXAQUECA TEM CURA
Genérico x Similar
Hidrovitalis-A terapêutica...
Incontinência Urinária
Menopausa
OMS ALERTA...
Ortomolecular e Rep.Hormonal
Perigo automedicação
Portador de obsessão tem...
Reações alérgicas afetam SN e comp.
Refrigerante e Saúde bucal...
Retenção de líquidos....
Sal aumenta a pressão...
Sardinha é o peixe
Saúde e Direito Humano
Sem tempo ou $ para malhar?
Suspensões:medicamentos...
Terapia do abraço
Trabalhar sentado também...
Transgênicos
Tratamento Oncológico GRÁTIS
Trombose Venosa Profunda
Vacinação Gripe 2009
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 


Notícias


Dieta rica em gordura faz mal ao cérebro, diz estudo
31/8/2007


GIOVANA GIRARDI
Colaboração para a Folha de S.Paulo Mais um ponto contra a obesidade. Uma dieta rica em gordura não apenas faz mal ao coração, como também, agora se descobriu, é danosa ao cérebro. Um novo estudo mostra que um certo grupo de neurônios deixa de funcionar direito diante de altos níveis de gordura. Isso abre caminho para o desenvolvimento de uma das principais doenças de quem está acima do peso, o diabetes tipo 2.

A relação entre obesidade e diabetes já era conhecida dos médicos, mas pela primeira vez cientistas sugerem que a doença não está ligada apenas ao pâncreas. É como se ela estivesse, literalmente, na sua cabeça.
No cérebro há um grupo de neurônios conhecidos por sua sensibilidade ao açúcar.

Eles ficam "excitados" diante de glicose, mas ninguém tinha entendido ainda qual era a função disso. Estudo publicado hoje no site da revista "Nature" (www.nature.com) mostra que esses neurônios detectam quando o nível de glicose sobe e desencadeiam um processo para restabelecer a normalidade.

A equipe internacional, liderada por Bradford Lowell, da Escola Médica de Harvard, descobriu essa função ao trabalhar com camundongos geneticamente modificados para que esse grupo de neurônios não funcionasse adequadamente.

Na presença de glicose, os animais deixaram de processá-la corretamente e apresentaram intolerância ao açúcar --estágio anterior ao diabetes.

Em outro experimento, a equipe avaliou camundongos obesos e observou que uma dieta rica em gorduras prejudica o funcionamento desses neurônios. "Eles perderam a habilidade de sentir as mudanças no nível de glicose", contou à Folha Laura Parton, também da Escola Médica de Harvard, co-autora do estudo.

Aplicações terapêuticas

O problema parece estar em uma proteína conhecida como UCP2, que regula negativamente a sensibilidade dos neurônios à glicose. O excesso de gordura aparentemente faz aumentar a presença dessa proteína, explica Parton.

"Esse estudo é importante por identificar que há neurônios específicos envolvidos com os mecanismos do diabetes. Com um melhor entendimento, talvez seja possível obter drogas melhores para a doença", afirma o endocrinologista Mario Saad, da Unicamp.

Os pesquisadores acreditam que a chave do processo pode ser a UCP2. Remédios que modulem seu funcionamento poderiam melhorar o controle glicêmico em obesos, acreditam.

 

Fonte: Folha On LineNossas notícias são retiradas na íntegra dos sites de nossos parceiros. Por esse motivo, não podemos alterar o conteúdo das mesmas até em casos de erros de digitação. 
http://www.portaldoconsumidor.gov.br/noticia.asp?busca=sim&id=8646