HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
P E S Q U I S A
Cigarro vício começa na...
Crianças:altas taxas obesidade...
Mulheres são maioria
Pesquisa:71% idosos são...
Pesquisa indica:49% idosos...
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 



Prezados Amigos,
Estamos ajudando a divulgar. Repassem. Participem.
Abraços,
Flavia Loureiro
NAB Núcleo dos Amigos do Brooklin
"INFORMAÇÃO - Direito e Dever de todos - art. 5ºXIV,CF/Agenda 21 Cap.40"
 ---------------------
Nota: grifos nossos - Como fica para estas pessoas na hora de ler a receita médica ou bula? Será que é por isso que tantos tem dificuldades de serem atendidos, medicados ou acompanharem o tratamento?  

http://noticias.uol.com.br/ultnot/brasil/2007/05/07/ult2041u220.jhtm
 
Brasil - 07/05/2007 - 16h43
Pesquisa indica que 49% dos idosos são analfabetos funcionais
Da Redação

Um estudo divulgado nesta segunda-feira sobre o perfil dos idosos brasileiros revela que quase metade da população acima de 60 anos admite dificuldades para ler e escrever. De acordo com o documento "Idosos no Brasil: vivências, desafios e expectativas na 3ª idade", 49% dos idosos do país são analfabetos funcionais - 23% dos entrevistados disseram que não sabem ler ou escrever, 4% afirmaram saber apenas escrever o próprio nome e 22% declararam ter dificuldade com a língua escrita, seja por escolaridade insuficiente ou problemas de saúde.

A maior parte dos entrevistados não freqüentou a escola ou cursou apenas até o ensino fundamental - 89% dos idosos estão nesta categoria, contra 44% dos não-idosos. Só 7% dos maiores de 60 anos cursaram o ensino médio; e 4% chegaram ao ensino superior. Entre os não-idosos, o número de entrevistados que atingiu o ensino superior é quase quatro vezes maior: 15%.

A pesquisa é uma parceria do Sesc Nacional, Sesc-SP e Fundação Perseu Abramo, e foi realizada em abril de 2006. Foram entrevistadas 2.136 pessoas com 60 anos ou mais em 204 municípios de todas as regiões do país.

Entre os temas abordados estão o perfil sócio-demográfico dos idosos, sua auto-imagem, relações familiares e laços afetivos, além das atuais condições de educação, saúde, tempo livre, trabalho remunerado e renda.
-------

08/05/2007 17:50:14
DEBATES
Idosos discutem índice de analfabetismo em reunião mensal

Pesquisa divulgada esta semana mostrou que 49% dos integrantes da terceira idade no País sabem pouco além de escrever o próprio nome

 Andrei Bonamin  
  
Cerca de 70 pessoas se reuniram na assembléia, na qual também houve debate em torno de questões sobre saúde e sobre moradia na cidade 
 
O Grande Conselho Municipal do Idoso realizou, na tarde desta terça-feira (08/05), sua assembléia geral mensal no auditório Prestes Maia da Câmara Municipal. Da pauta do encontro fizeram parte temas de interesse da maioria da população da terceira idade que vive em São Paulo. Entre eles, as constantes dificuldades no atendimento público de Saúde e o alto percentual de idosos sem moradia na cidade.

Também foram abordadas duas questões trazidas à tona pelo noticiário local recente: fraudes no cartão do bilhete único e dados de uma pesquisa que revelou ser muito elevada a incidência de pessoas que chegam à terceira idade como analfabetos funcionais (termo usado para identificar aqueles que sabem pouco além de escrever o próprio nome) no País.

"Nós todos ficamos chocados com as informações sobre o analfabetismo e agora vamos ter de pensar em como enfrentar também este problema na cidade",  ponderou a presidente do Grande Conselho, Irene Cruz Annes da Silva.

A pesquisa em questão, divulgada esta semana, foi feita em conjunto pela Fundação Perseu Abramo e pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) de São Paulo. Os dados indicam que 49% dos idosos brasileiros são analfabetos funcionais.

A reunião desta terça-feira foi coordenada por Irene e pelo vice-presidente do Grande Conselho, Antônio de Almeida. Pelo menos 70 idosos assinaram a lista de presença do encontro.

Os participantes discutiram ainda novas formas de lutar pela melhoria no processo de marcação de consultas médicas e pela diminuição das filas nas unidades de Saúde. Também foram debatidas alternativas para prevenir fraudes e golpes envolvendo o bilhete único.

A próxima assembléia do Grande Conselho Municipal do Idoso deve ocorrer na primeira semana de junho, a partir das 14h, no auditório Prestes Maia da Câmara.
http://www.camara.sp.gov.br/noticias_detalhe.asp?id=905