HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
Catarata
Catarata menos acidentes
Cegueira súbita
Conjuntivite Infantil
Conjuntivite
Degeneração Macular
Descolamento de retina
Glaucoma
Lentes de Contato
O Computador e a Visão
Óculos de Sol e Proteção
Oftalmopediatria
Olho Seco e Lágrima
Para dirigir bem à noite
Queimaduras oculares
Retinopatia Diabética
Uso do computador e visão
Visão bebês prematuros
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
P E S Q U I S A
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 


O diabetes é um distúrbio caracterizado pela deficiência na fabricação ou no aproveitamento de um hormônio chamado insulina, fabricado  pelo pâncreas e fundamental para o equilíbrio das taxas de açúcar (ou glicose) no sangue.

 

Por isso, os diabéticos não conseguem utilizar nem armazenar o açúcar de maneira adequada em seu organismo.

Altos níveis de açúcar no sangue podem lesar os vasos sanguíneos na retina, a camada nervosa localizada no fundo do olho e que percebe a luz,      ajudando a enviar as imagens até o cérebro. Os danos aos vasos localizados na retina são conhecidos como retinopatia diabética.

 

Um exame realizado pelo médico oftalmologista é a única  maneira de descobrir algumas mudanças que ocorrem dentro do olho. Este profissional muitas vezes consegue diagnosticar e tratar uma retinopatia diabética grave antes mesmo que o paciente perceba que está ocorrendo algum problema com sua visão. O médico dilata a pupila e examina o interior do olho com um aparelho especial, o oftalmoscópio.

 


Caso a retinopatia seja diagnosticada, o médico pode solicitar fotografias coloridas da retina ou um teste especial conhecido como retinografia fluorescente, capaz de indicar a necessidade de um tratamento.


Mas, é importante lembrar que quem tem diabetes, precisa ter em mente que a prevenção é a maneira mais simples – e segura – de evitar complicações de saúde. Controlar as taxas de açúcar no sangue pode reduzir significativamente os riscos, a longo prazo, de perda da visão por retinopatia diabética. Saiba que a perda da visão é, na grande maioria das vezes, evitável.

 

Portadores de diabetes devem marcar exame dos olhos com dilatação da pupila ao menos uma vez por ano, pois para  alguns pacientes a retinopatia diabética – em seu início -  pode ser assintomática, ou seja, não há sensação de dor ou desconforto ocular.

 

O tratamento da retinopatia diabética pode ser feito através do controle clínico rigoroso do diabetes; com a  fotocoagulação (aplicação de laser de argônio na retina) ou com a vitrectomia (procedimento cirúrgico específico).

 

 

Autorizada utilização do texto desde que citados autor e fonte.

Colaboração IMO – Instituto de Moléstias Oculares

Tel: 55-11-5573-6424

www.imo.com.br

27/01/2007