HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
Atenção:Conselho Advogado
Biblioteca Virtual...
CARTA AO PRESIDENTE
CONGRESSO EM FOCO
CONSELHO ESTADUAL IDOSO
Gases do efeito estufa...
Governo Eletrônico faz...
GRANDE CONS.MUNIC.IDOSO
Gravidez em adolescente
Idoso terá carteira viagem
INSS agiliza concessão...
Investiment energia nuclear
Número de idosos aumenta...
OMS:expectativa 75 anos
Política Estadual Idoso tem...
Prédios mais acessíveis
Previdência novas gerações
Programa para a juventude
Rede Intersetorial Saúde Idoso
Saúde da Família atende a...
RESPOSTA DO PRESIDENTE
Trabalho voluntário
Universidade Aberta...
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
P E S Q U I S A
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 



Editado pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.
nº 543 - Brasília, 5 de setembro de 2007


Governo federal lança novo programa para juventude
Iniciativa do governo federal vai atender, até 2010, a 4,2 milhões de jovens que estão fora da escola ou sem acesso à formação profissional. Trata-se do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem), lançado nesta quarta-feira, que vai beneficiar pessoas de baixa renda entre 15 e 29 anos.

O novo ProJovem nasceu da unificação de seis programas do Governo voltados para a juventude: Agente Jovem, ProJovem, Saberes da Terra, Consórcio Social da Juventude, Juventude Cidadã Cristã e Escola de Fábrica. Atualmente, os seis programas atendem a 467 mil adolescentes e jovens adultos com até 24 anos.

Dividido em quatro modalidades - ProJovem Adolescente, ProJovem Urbano, ProJovem Campo e ProJovem Trabalhador -, o programa vai garantir integração no gerenciamento de iniciativas direcionadas à juventude e a continuidade ao acesso a outros programas federais, como o Brasil Alfabetizado e o Programa Universidade para Todos (ProUni). Além disso, o valor do auxílio financeiro oferecido pelas iniciativas será fixado em R$100 e a carga horária e os currículos dos cursos serão unificados.

O ProJovem vai oferecer aos jovens a oportunidade de voltar à escola ou nela permanecer, concluir o ensino fundamental, participar de cursos de formação e qualificação profissional e de ações comunitárias. O programa terá gestão compartilhada entre a Secretaria-Geral da Presidência da República e os ministérios do Trabalho e Emprego, da Educação e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Pesquisa da Organização Internacional do Trabalho (OIT) mostra que a adoção de ações para elevar o grau de escolaridade e aumentar o acesso à formação profissional dos jovens brasileiros é imprescindível. O estudo Trabalho decente e juventude na América Latina constata que 10 milhões de jovens da região entre 15 e 24 anos estão desempregados, 30 milhões atuam na economia informal e aproximadamente 22 milhões não estudam nem trabalham.


Detalhes do ProJovem

Uma das modalidades do programa, o ProJovem Urbano é reformulação do atual ProJovem, criado em 2005. A ação vai beneficiar pessoas de 18 a 29 anos permitindo a conclusão do ensino fundamental e oferecendo qualificação profissional. Inicialmente, serão atendidas as cidades com mais de 200 mil habitantes. O jovem que tiver 75% de freqüência às aulas e entregar 75% dos trabalhos escolares receberá auxílio mensal de R$100. O programa será estendido aos presídios e instituições de adolescentes em conflito com a Lei. O ProJovem Campo também irá proporcionar acesso à escola e qualificação profissional; neste caso, para jovens da agricultura familiar. Já o ProJovem Trabalhador beneficiará pessoas na mesma faixa etária que estejam desempregadas e pertençam a famílias com renda mensal per capita de até meio salário mínimo. Estarão disponíveis cursos de qualificação com 600 horas/aula e haverá o pagamento do auxílio de R$100,00 por mês mediante comprovação de freqüência. O ProJovem Adol escente vai englobar participantes de 15 a 17 anos e oferecerá assistência social básica às famílias. Possibilitará aos jovens reintegração à escola e a conclusão do ensino fundamental.



Mais informações sobre o ProJovem     



  Acesse as edições anteriores em:
www.brasil.gov.br/emquestao