HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
P E S Q U I S A
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 




Não faça da velhice uma desculpa e nem da juventude uma profissão.

 
O grande segredo da vida é sabermos adequar tudo ao seu devido tempo.

Principalmente quando se trata de envelhecimento.

Que imagem negativa as pessoas têm a respeito de envelhecer. Envelhecer, como sempre digo, é um processo. Ninguém acorda velho,ninguém “fica” velho só porque seu RG diz que hoje você completo 60 anos e perante a Constituição, você é o idoso mais novo do País.

 

Mas muitas pessoas, utilizam a velhice, que não passa de uma condição social, como uma desculpa para tudo que acontece em sua vida.

“Já estou velha (o) para isso, já estou velha (o) para aquilo; minha idade não permite; VELHICE NÃO É PROFISSÃO e nem pode ser COMODISMO”.

 

Assim também a JUVENTUDE. Ela não é eterna. Ela passa com o tempo. Tempo esse, que Deus nos dá para contarmos e contribuirmos para a história do mundo.

Mas muitos idosos vivem eternamente na JUVENTUDE. Juventude essa, que não passa dos seus 18-20 anos. Ou seja, vivem fora da realidade, não assumindo seus papéis.

 

Ninguém é eternamente nenhuma faixa etária. Devemos nos preocupar em sermos ETERNAMENTE GENTE. Gente por completo, contando o tempo vivido e não negando ou se desculpando, usando-o como muleta.

 

Se pararmos para pensar, quantas pessoas não têm a mesma chance que nós, de poder viver mais tempo. E quantos que vivem mais tempo, e aproveitam-o, sem usá-lo como uma desculpa.

Podemos comparar o tempo como um coco.

O Coco verde (infância) o coco quando já está maduro, com casca marrom,pronto para comer (vida adulta) e a casca marrom do coco (velhice).

Você tem opções do que fazer com a casca dura e esfiapada. Jogar fora(uma desculpa) pois não serve para mais nada, pois já tomaram a água do coco,já comera o coco e a casca vai para o lixo. Ou...

Pegar a casca e como um artesão, transforma-la numa bela pulseira, num belo brinco, anel(reaproveitar a casca) (não usar a velhice como desculpa, como muleta) e dar um novo sentido, ou um sentido em sua vida.

 

Não podemos fazer de nenhuma faixa etária UMA PROFISSÃO e jamais usa-las como DESCULPA para algo. Mesmo na juventude, usamos a idade como desculpa e como profissão.

 

Devemos ter a percepção de cada tempo tem seu significado e deve ser vivido dentro dele.

Viver fora do tempo em que estamos, nos leva a um stress, a uma depressão, a uma pressa desnecessária, a uma negação de vida, a uma desvalorização como pessoa,ou a uma supervalorização irreal como pessoa.Ou seja, tudo isso só nos faz mal..

Do que estamos fugindo? De nós mesmos? Dos outros? De quem?

 

De nada, de ninguém, pois o que está no nosso interior, nós sabemos, mesmo que não mostremos aos outros. Ele sempre nos incomodará, mesmo se fingirmos que está tudo bem.Ninguém lê nosso interior, mas ele nos acompanha aonde formos.

Então, de que adianta fazer da velhice uma desculpa e da juventude uma profissão?

Devemos viver o tempo vivido. O aqui e agora. O hoje. O real. Esse sim pode nos trazer a verdadeira felicidade.

Velhice não é desculpa e juventude não é profissão..Tenha sempre isso em mente, pois senão, você estará enganando somente a você mesmo.

Cristina Fogaça

Setembro/Outubro 2007.

www.cristinafogaca.com

 

O Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou no dia 28 de Dezembro de 2006 a Lei 11.433 determinando que o Dia Nacional do Idoso deve ser comemorado em 1º de Outubro, de cada ano.

A Lei muda a data que vinha tradicionalmente sendo festejada, em 27 de Setembro, há pelo menos 15 anos.

A efeméride agora terá seu dia coincidindo com as comemorações dos demais países. Desde 1999 que a ONU - Organização das Nações Unidas - determinou que 1º de Outubro seja comemorado como Dia Internacional do Idoso.

Nos últimos 15 anos, o dia 27 de setembro foi comemorado como Dia Nacional do Idoso, sem que existisse um consenso sobre o que motivou a escolha.

Para alguns a efemeride veio lembrando ao longo dos tempos a data de implantação primeiro asilo brasileiro, construido em Recife, no final de 1889, pela ordem francesa das freiras irmãs de Marilac, o que motivou a criação de comemorações em torno dos anciões.

Em algumas literaturas mais antigas o dia 27 de Setembro aparece como o dia dos velhos.

Desde a assinatura da Política Nacional do Idoso, em 4 de julho de 1996, pelo então Presidente da República Fernando Henrique Cardoso, que lideranças do segmento idoso vinham reivindicando que a comemoração oficial mudasse a data e fizesse coincidir com o mesmo dia festejado internacionalmente. Os que defendiam a mudança argumentavam que assim o Brasil poderia se inserir nas comemorações e reivindicações mundiais.

Na Lei 11.433 de 28 de Dezembro de 2006, fica determinada a mudança, a partir do texto assinado pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Agora o Brasil vai comemorar com os demais países.

Fonte: Jornal da 3ª Idade - Janeiro 2007

ASSINATURAS:

e-mail:herminia@guia3idade.com.br

www.guia3idade.com.br

tel:11-3112-1132

carta: Caixa Postal 11.475 S.Paulo - SP  Cep: 05422-970