HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
Env. e o Próx.Milênio
Fatores considerados...
Fatores indicam incapacidade
Idoso+Conhecimento...
Memória no Envelhec.
Serviços para Idosos
Trabalho depois dos 50
Vida sexual ativa
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
P E S Q U I S A
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 


Quinta-Feira, 20 de julho de 2006 - SPTV - Segunda Edição


Reportagem


Quarta-Feira, 19 de Julho de 2006

Trabalho depois dos 50


Uma boa notícia para quem tem mais de 50 anos e está afastado do mercado de trabalho. A pesquisa de emprego do IBGE divulgada hoje revela que o momento é favorável para os trabalhadores desta faixa etária. As empresas buscam experiência e capacidade de liderança para trazer esses profissionais de volta à ativa Roldo Goi, executivo, de 55 anos, já estava longe dos escritórios. Nos últimos anos, ele só fazia trabalhos de consultoria.

Mas uma empresa precisou da visão e do equilíbrio de uma pessoa mais experiente. “Uma pessoa que tem equilíbrio, consegue, mesmo quando a poeira sobre, continuar enxergando o caminho”, disse Goi, hoje superintendente de uma empresa.

O executivo foi chamado para uma missão: montar o quadro de funcionários. Ele usou a fórmula de misturar trabalhadores jovens com outros mais experientes, para os cargos de chefia. “As pessoas que têm muita experiência acumulada conseguem resultados a mais curto prazo”, justifica Goi.

De acordo com a pesquisa mensal de emprego do IBGE, em quatro anos, o número de trabalhadores acima de 50 anos aumentou 41,4% na região metropolitana de São Paulo. “Antes, era sim, estivemos passando por um processo de exclusão do idoso, ou dos de 50 anos ou mais, do emprego, e a opção pelo mais jovem”, diz Luiz Leme, supervisor do IBGE. “E isso passa a ser revertido. A experiência está sendo muito mais importante do que a juventude”.

A pesquisa mostrou também que quem já passou dos 50 anos, na maioria das vezes, trabalha por conta própria, dentro de casa mesmo.

Maria do Carmo de Mello, por exemplo, transformou as receitas de família em renda para ajudar a sustentar a casa.

Ela já trabalhou como professora e auxiliar de escritório. Hoje, tem que ficar em casa para cuidar da neta. Mas não ficou parada: faz artesanato,doces e salgados. “Brigadeiro, beijinho, olho de sogra, trufa e empadinha”, enumera.

Segundo o IBGE, mais de 30% dos entrevistados trabalham assim: sem patrão. “Na terça eu vendo, na quinta e na sexta. E no sábado eu trabalho com artesanato, na feira da República”, conta Maria do Carmo.

O trabalho é puxado, mas a cozinheira quer mais. Espera que a família ajude a expandir o negócio. “Eu tenho conversado muito com o meu filho de montar uma coisa, uma doceira, um café, uma coisa assim. Eu falei: ‘vocês montam, que eu trabalho’ “, diz Maria do Carmo.

A pesquisa ainda descobriu que o trabalhadores acima dos 50 anos são mais bem pagos. Eles recebem R$ 485 a mais por mês do que o salário médio da população.


No momento, ainda estamos elaborando o conteúdo do nosso Site Web. Irá demorar um tempo até que possamos informá-lo no nível habitual. Por favor, volte a visitar-nos em outro momento. Obrigado pelo seu interesse!


http://sptv.globo.com/Sptv/0,19125,VSE0-2900-20060720-178239,00.html