HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
P E S Q U I S A
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
25 bolsas para os...
Ambulância e Emergências
ABENO tratamento dentário
Acidentes domésticos
A FRENTE informa...1
A FRENTE informa...2
Agências da Caixa abrirão...
Calcule Aposentadoria
Cons.Reg.Medicina lança manual
Cuidado carteira e documentos
Domínio Público
Dicas coleta óleo cozinha
Dicas sobre e-mail
Fundo 157
Gratuidade - 2º Via
Indicações
IPVA
Laboratório Lavoisier...
Medicamento fracionado
Não prenda o telefone...
REMEDIOS - Basta clicar
Sacos plásticos
Sites Úteis
SP amplia remédio gratuito
Telefones úteis
Tratamento Oncológico...
Voluntariado
Zona Azul
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 



O alerta vem dos consultores médicos do jornal britânico Neurology está comprovado que é perigoso, e pode até ser fatal, conversar pelo telefone apoiando o fone no ombro e firmando-o com a cabeça. Geralmente tende-se a fazer isso em conversas prolongadas ou quando se tem de anotar o que o interlocutor está falando. O caso relatado pela publicação científica refere-se a um psiquiatra francÊs. Demorou-se ele uma hora no telefone com o fone preso entre a cabeça e o ombro esquerdo. Quando desligou, o psiquiatra sofreu cegueira temporária, sentiu dificuldade para falar e teve um derrame cerebral. Motivo: um osso minúsculo mas pontudo sob a orelha esquerda e atrás do queixo rompeu os vasos que levam sangue até o cérebro. Esse rompimento se dá porque sem sentir a pessoa vai pressionando cada vez mais a cabeça sobre o fone e, também involuntariamente,vai levantando o ombro.

Avise seus colegas de trabalho, seus amigos e demais de seu convívio para que EVITEM FALAR AO TELEFONE PRENDENDO-O ENTRE A CABEÇA E O OMBRO.

Revista ISTO É - Nº1572 - 17/11/1999 - recebido por e-mail.

Cristina Fogaça - 25/9/2006