HOMES E CONTATOS
 ATUALIZAÇÕES DO SITE
M E U S  A R T I G O S
MINHAS ATIVIDADES
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
 A U F A T I
CINEMA/TEATRO/VÍDEO
CONTRIB.,ARTIGOS,REPORT.
DIA INTERN. IDOSO
EDUCAÇÃO a DISTÂNCIA
EMPREGOS - OFERTAS
EMPREGOS PARA 3ª IDADE
ENVELHECIMENTO
EVENTOS,CURSOS,CONGRES.
F A M A
FARMÁCIAS ALTO CUSTO-Ends.
GOVERNO E COMUNIDADE
LEIS e PUBLICAÇÕES
L I V R O S
MÉDICOS E CLÍNICAS
M E N S A G E N S
MINIST. DA SAÚDE e SITES
OFTALMOLOGISTA
ODONTOGERIATRIA:O QUE É?
ODONTOGERIATRIA
A Estética na odontoger.
A import.do bom sist.mast.
A import.Limpadores linguais
A Odontogeriatria dentro da....
A Saúde bucal como...
ABENO FORMA
Acesso Serviços Odontol.
Condição bucal e vida conjugal
Conversando sobre odontog
Dentes saudáveis
Implantes em idosos
Intervenção Odontol. colaborando
Limpador Lingual 2007
Limpador lingual
O Idoso Cego Institucionalizado
Perguntas e Respostas...
Pneumonia e Odonto...
Saúde bucal e Saúde sistêmica
Saúde bucal por toda vida
Secura Bucal
Uma boa saúde geral...
Usar limpador é fundamental
Uso de implantes como...
P E S Q U I S A
PORTAL DO CONSUMIDOR
R E C E I T A S
REMÉDIOS GRATUITOS
SAÚDE E ATIVIDADE FÍSICA
SEU CURRICULO
S I T E S
SOC. BRAS. ASMÁTICO
UTILIDADE PÚBLICA
A R Q U I V O
LIVROS DE VISITAS/FORUM
   
 


Autopercepção da condição bucal e sua influência na vida conjugal do idoso

 

 

Cristina Gonçalves; Caroline Magalhães Alcântara*.

Lorena Cristina Salgado Dias; Valquiria Gonçalves Pereira**.

Suely Maria Rodrigues***; Carlos Alberto Dias****.

 

*Discentes do Curso de Odontologia da FACS/UNIVALE

**Discentes do Curso de Psicologia da FHS /UNIVALE

*** Docente responsável pelo Estágio Supervisionado em Odontogeriatria da

FACS/UNIVALE

**** Docente do curso de Psicologia

 

UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE – UNIVALE

Palavras chave: saúde bucal, estética, idoso, afetividade.

e-mail:cristinagoncalves12@yahoo.com.br

Apresentação oral no VI Simpósio de Pesquisa e Iniciação Científica da FACS/UNIVALE e Painel apresentado no XV Simpósio de Pesquisa e Iniciação Científica da UFOP

 

Os idosos ainda são caracterizados pela prevalência de edentulismo, cáries, doença periodontal e o uso de próteses totais. Sendo a estética e a saúde bucal elementos de impacto nas relações humanas, sentimentos de inferioridade, timidez e dificuldades, tanto no convívio social quanto nas manifestações de afeto podem ocorrer em indivíduos que não estão satisfeitos com suas características bucais. O objetivo deste trabalho foi identificar a influência que a autopercepção da saúde e estética bucal exerce na vida conjugal dos idosos. A amostra foi composta por 50 indivíduos, estado civil casados, com idade média de 67,7 anos, atendidos na Clínica de Odontogeriatria da Universidade Vale do Rio Doce – UNIVALE, ano de 2007. Para a coleta de dados foi utilizado o Índice Geriátrico para Avaliação de Saúde Bucal (GOHAI) e uma Entrevista Psicológica desenvolvida para este estudo. Os resultados demonstraram que, quanto ao sexo, sobressaíram os homens (58,3%) em relação às mulheres (41,7%). Em relação à estética, 45,8% se sentiram insatisfeitos. Grande parte dos idosos (66 %) relatou possuir vida sexual ativa, para os quais a saúde bucal (precária para 67,7%) interfere nos momentos de afeto, e afirmaram ainda estarem insatisfeitos com sua estética bucal. Segundo um entrevistado “Porque o mau cheiro faz ter vergonha pra tudo”outros afirmaram: “sente envergonhada e atrapalha na hora de carinho e beijar”, “ boca murcha é ruim de beijar” “ a estética é muito importante”. Pode-se concluir que a condição de saúde e estética bucal são percebidas pelos idosos, geram insatisfação e interfere em suas relações afetivas.